• Letícia Spinardi

Ergonomia como aliada da produtividade nas organizações

Como os cuidados com a gestão ergonômica podem trazer resultados significativos no aumento da produtividade – e lucro – para as empresas.



Muito além dos benefícios da ergonomia no quesito da saúde corporativa ou mesmo na prevenção de causas trabalhistas, existe ainda uma outra forte vertente que comprova a importância da gestão ergonômica dentro das organizações: o aumento da produtividade.


A lógica em si é até bastante simplista: com um ambiente mal iluminado, equipamentos inadequados, posição desconfortável e fatores fora do padrão, o dia a dia do funcionário pode ser bastante caótico, visto que ele passa mais tempo tentando se encaixar e resolvendo pequenos incômodos do que, de fato, produzindo.


Só que os benefícios de uma gestão ergonômica bem orientada vão muito além de postura, estrutura e boas condições de trabalho.


Os pesquisadores Marcelo Freitas e Luciano Minette, da Universidade Federal de Viçosa (UFV), apontam no estudo “A importância da ergonomia dentro do ambiente de produção” que a ergonomia contribui para melhorar, de forma significativa, a eficiência e qualidade das operações industriais. Citando ainda o estudioso francês Henri Savall, os autores apontam 10 benefícios para as empresas que investem nessa área:


  • Redução de até 3% no absenteísmo (ausência do funcionário do posto de trabalho);

  • Diminuição do desperdício da matéria-prima e dos produtos não conformes em até 25%;

  • Os pedidos dos clientes chegam a ser entreguem em até 95%, dentro do prazo estimado;

  • Melhoria na qualidade de vida das pessoas e queda dos índices de acidentes e incidentes no dia a dia dos trabalhadores;

  • Melhor entrega das atividades por parte dos trabalhadores, com mais qualidade e no prazo;

  • Queda de até 50% na taxa de retrabalho;

  • Crescimento natural da produtividade e das chances de crescimento frente à concorrência;

  • O profissional se sente mais valorizado pela empresa, influenciando positivamente suas permanências no ambiente de trabalho;

  • Aumento do sentimento de harmonia entre os talentos. Isso, por sua vez, é uma das portas que se abre para estimular o espírito de equipe;

  • Redução dos índices de turnover devido à melhoria da qualidade de vida.


E se essa lista de benefícios e vantagens não lhe parece suficiente, basta dizer que o crescimento interno da produtividade gera impacto direto na economia da empresa. Mais produtividade quer dizer mais lucro. E, ao mesmo tempo, com a economia gerada por meio da redução de riscos, absenteísmo e turn over, você cria uma máquina que gera economia direta e aumento de faturamento, gerando um crescimento exponencial da margem de lucro.


Agora ficou muito mais interessante, certo?


A grande questão é que as empresas precisam compreender e iniciar ativamente os cuidados relacionados à gestão econômica para usufruir dessas vantagens. Para isso, o primeiro passo fazer uma intervenção inicial nas empresas e avaliar as possíveis economias de materiais, mão de obra, energia, taxas de absenteísmo, acidentes e aumento da qualidade e produtividade. Com a simples prática da conscientização das equipes é possível gerar resultados iniciais notáveis. Em longo prazo, essa melhoria só tende a crescer a ampliar os ganhos.


Que tal começar hoje mesmo a repensar a gestão ergonômica como aliado ao crescimento da sua empresa? A Ativ Laboral pode te ajudar nesta jornada!


Entre em contato com nossos especialistas e inicie hoje mesmo a sua transformação.

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook Ativ Laboral
  • LinkedIn Ativ Laboral

Análise e gestão ergonômica para empresas

 

A Ativ Laboral é especialista em análise, gestão e assistência ergonômica para empresas, oferecendo soluções que criam e fortalecem uma estrutura focada em qualidade de vida no trabalho e melhoria da produtividade das equipes.