Ergonomia

A ergonomia é uma ciência que estuda a interação do homem com seu trabalho nas esferas física, organizacional e psicossocial para ter a correta compreensão e transformar o ambiente onde o trabalhador esta inserido, visando uma adaptação do trabalho ao homem de maneira que o trabalhador possa atingir a produção esperada sem ter prejuízos para a sua saúde.

 

Veja como nossa equipe pode apoiar sua empresa na prevenção e manutenção dos sistemas de ergonomia corporativa.

Como tantos outros sistemas dentro da empresa (sistemas de qualidade, sistemas de gestão) a Ergonomia também deve ser vista como um sistema a ser implementado e diariamente alimentado para funcionar e ter eficácia necessárias para uma gestão de sucesso. O problema é que normalmente o vemos dentro das empresas é a contratação isolada de uma análise ergonômica do trabalho, que gera um documento engavetado e não proporciona os benefícios possíveis para a empresa, a não ser um levantamento dos problemas relacionados à ergonomia. Isso acontece porque as empresas não contam com profissionais especializados para compreender e aplicar as sugestões de melhorias descritas na AET (Análise Ergonômica do Trabalho).

Com profundo conhecimento técnico da Ergonomia, a Ativ Laboral implanta com sucesso o sistema de gestão em ergonomia nas empresas. Este sistema visa controlar todas as demandas que surgem no quesito relacionado à ergonomia, tais como reclamações de dores por parte dos funcionários, processos trabalhistas, análise de novos projetos, análise para reintegração e PCds, entre outras atividades que podem elevar o sistema ergonômico a um patamar cultural dentro das empresas.

Nossa equipe conta com experiência em óticas da ergonomia anglo-saxônica e francesa, desenvolvendo uma análise ergonômica diferenciada que avalie aspectos físicos, organizacionais e cognitivos dos postos de trabalho e funções. Após a análise, obtemos ótimos resultados que melhoram e facilitam o dia a dia dos colaboradores, aumentando a produtividade das empresas e a qualidade de vida da equipe.

Dentro dessa especialização, a Ativ Laboral atua em duas principais frentes que apoiam os processos normativos nas organizações:

 

Gestão Ergonômica

Atender a legislação normativa relacionada a saúde e segurança do trabalho não é uma tarefa fácil. Mas enquanto as equipes de recursos humanos permanecem focadas em observar os trâmites burocráticos para que tudo aconteça dentro dos parâmetros necessários, um profissional especializado em análise ergonômica e saúde no trabalho pode ser um parceiro estratégico para a empresa.

Além de atuar com as Análises Ergonômicas do Trabalho (AET), a Ativ Laboral ainda apoia a estruturação e adaptação da empresa para o trabalho de PcDs e a criação de novos postos de trabalho, bem como a implantação e capacitação de comitês internos para que novas estruturas e postos de trabalho sejam planejados dentro dos critérios mínimos exigidos.

Muitas vezes é necessário ainda realizar a reinserção dos colaboradores que apresentaram um quadro de dores ou que estão voltando de afastamento médico. Realizamos o acompanhamento funcional que determina o retorno gradativo às atividades ou o direcionamento a um novo posto de trabalho, levando em consideração a atividade desenvolvida e a ergonomia do posto de trabalho.

Essas iniciativas geram apoio à prevenção de processos trabalhistas relacionados a doenças do trabalho e amplia o apoio operacional da equipe de recursos humanos, departamento jurídico e departamento médico para o atendimento das legislações vigentes.

A Ativ Laboral tem participação ativa no atendimento à legislação NR 17 e apoio fundamental na formação de Comitês de Ergonomia dentro das organizações.

Análise Ergonômica do Trabalho - NR 17

 

Através da Análise Ergonômica do Trabalho identificaremos os principais riscos que possam acometer a saúde e a segurança dos colaboradores. Serão analisados aspectos relacionados aos mobiliários, equipamentos, ambiente de trabalho, posturas, organização, etc.

A AET (Análise Ergonômica do Trabalho) segue as seguintes etapas:

1. Análise da demanda e do contexto;

2. Análise global da empresa;

3. Análise da população de trabalhadores;

4. Definição das situações de trabalho a serem estudadas;

5. Descrição das tarefas;

6. Pré-diagnóstico;

7. Observação sistemática;

8. Diagnóstico;

9. Validação do Diagnóstico;

10. Sugestões de melhorias;

11. Cronograma de implementação das medidas de melhoria;

12. Acompanhamento da implementação das medidas de melhorias.

Formação de Comitê de Ergonomia (COERGO)

 

Passos para elaboração do comitê de ergonomia para a empresa:

 

1º - Palestra inicial para as diferentes áreas sobre a importância da área de ergonomia;

2º - Escolha e definição de membros das diferentes áreas da empresa: RH, Logística, Qualidade, Engenharia, Manutenção e SESMT;

3º - Treinamento para os membros do comitê;

4º - Reunião de abertura com apresentação da demanda de trabalhos do comitê;

5º - Atuação do comitê por ordem de prioridades;

6º - Apresentação da análise ergonômica para o comitê;

7º - Atuação nas situações levantadas após análise.

 

Perícia em Ergonomia

A Medicina do Trabalho, sobretudo em demandas trabalhistas, leva em consideração frequentemente a Perícia em Ergonomia, estando geralmente atreladas a questões ortopédicas, conforto, segurança e eficiência no trabalho.

No entanto, muitas empresas se enganam ao entregar para a justiça uma Análise Ergonômica que não foi realizada para responder as questões relacionadas exclusivamente ao processo trabalhista que está sendo realizado. E este erro pode abrir discussões para novos processos ou não fornecer dados que são importantes para que o advogado ou assistente técnico possa fazer uma boa defesa técnica.

O Parecer Técnico Ergonômico realizado pela Ativ Laboral  é uma ferramenta muito importante para apoiar e determinar o Nexo Causal, auxiliando a área jurídica das organizações a proteger a imagem corporativa, assim como a contestação do NTEP (Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário), que pode comprovar que uma doença não foi desenvolvida ou agravada no exercício das atividades do colaborador na empresa, evitando os altos custos gerados pelo benefício B91 e B94 no INSS. Tudo com acompanhamento técnico profissional em todas as etapas do processo de perícia.

 

O que sua empresa precisa saber

(Dúvidas Frequentes)

Veja alguns pontos de impacto que comprovam porque é fundamental investir em ações preventivas de saúde e qualidade de vida no ambiente corporativo.

Gestão Ergonômica

Demanda por queixas no departamento médico e absenteísmo por atestado médico alto


Ter queixas no departamento médico ou um alto número de atestados médicos por problemas relacionados a dores no corpo, CIDs (Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde) da categoria M, são evidencias de que a sua empresa tem problemas ergonômicos. Para que estes problemas sejam resolvidos, primeiramente é importante ter o profundo conhecimento das possíveis causas destes problemas e, através de uma Análise Ergonômica do Trabalho bem realizada e direcionada, entender e aplicar o trabalho necessário para sugerir mudanças no ambiente corporativo que realmente transformarão o local de trabalho poderão gerar a redução das queixas em relação as dores.

Em anos de consultoria a Ativ Laboral ajudou a transformar os ambientes de trabalho, permitindo alcançar a produtividade desejada pela empresa e trazendo o conforto necessário para que o colaborador possa executar seu trabalho sem se lesionar. Esse trabalho gera uma redução de até 60% nos números de atestados médicos relacionados aos CIDS da categoria M.




Adaptação ou reintegração de funcionários afastados


Quando um colaborador retorna de um afastamento por motivos médicos é comum que esses funcionários tenham restrições indicadas pelo médico. Porém, o que acontece em muitos casos é que as empresas não sabem como atender essas indicações do médico, deixando as decisões de quais postos de trabalho o funcionário pode trabalhar para gestores da empresa que não tem conhecimentos técnicos capacitados para tal apontamento. Se sua empresa tem casos como este você precisa da consultoria da Ativ Laboral, que através da Análise Ergonômica do Trabalho irá determinar em quais postos de trabalho o funcionário em adaptação ou reintegração poderá trabalhar para atender as restrições que o médico indicou, utilizando ferramentas adequadas para analisar as condições de trabalho e indicar os postos corretos. Assim a empresa se resguarda de possíveis problemas futuros ou reincidência do adoecimento dos funcionários.




Avaliação de postos de trabalhos para inclusão de funcionários PcDs (Profissionais com deficiência)


Segundo a Legislação Brasileira as empresas com mais de 100 funcionários são obrigadas a ter em seu quadro de funcionários entre 2% e 5% de funcionários beneficiários reabilitados ou portadores de deficiência habilitadas. Para cumprir essa legislação muitas vezes as empresas contratam profissionais com deficiência, mas não sabem como lidar com suas limitações e alocar esses colaboradores em atividades que sejam compatíveis com sua condição física. Ao não reconhecer os riscos ergonômicos dos postos de trabalho, as empresas podem gerar problemas futuros, ou pela dificuldade de adaptação do funcionário no posto, por falta de produtividade ou até pelo adoecimento do funcionário. Para ser mais assertivo na escolha da alocação dos colaboradores com restrições e não registrar problemas futuros é necessário conhecer os riscos ergonômicos dos postos de trabalho, avaliação que pode ser obtida através da realização da Análise Ergonômica do Trabalho.




Concepção de novos postos de trabalhos, máquinas, dispositivos


O que as empresas menos desejam é ter mais problemas para se preocuparem. Logo, saber que um novo posto de trabalho está causando queixas de dores por parte dos funcionários e que a produtividade esperada não está sendo alcançada é uma tremenda dor de cabeça para os gestores. Estas questões normalmente estão relacionadas a ambientes de trabalho mal planejados que apresentam riscos ergonômicos não identificados na fase inicial do projeto, em que tudo ainda está no papel e as mudanças são mais simples e econômicas de serem feitas. Por isso a prevenção é a maior arma contra os impactos negativos de um projeto mal elaborado. A Ativ Laboral conta com profissionais que possuem amplo conhecimento e capacidade em ergonomia de projetos para desenvolver juntamente com a equipe de Engenharia, Desenvolvimento de produtos e área correlatas a melhor solução, orientando e treinando as equipes para atender todos os critérios de boas práticas necessários. Por meio da Análise Ergonômica do projeto é possível identificar os eventuais problemas e determinar mudanças na fase de concepção do projeto para que o mesmo seja desenvolvido com a menor chance de ter problemas futuros.





Perícia em Ergonomia

Problema com a justiça e processos trabalhistas


Se sua empresa já sofreu ou está sofrendo algum processo trabalhista por parte de colaboradores que afirma ter ficado doentes durante o trabalho, isso pode ser um claro sinal de que a sua organização registra falhas ou problemas ergonômicos. Mas se você acredita que o problema reclamado não ocorreu na empresa, você deve estar precisando de uma Análise Ergonômica para verificação de Nexo Causal.

Muitas empresas se enganam ao entregar para a justiça uma Análise Ergonômica que não foi realizada para responder as questões relacionadas exclusivamente ao processo trabalhista que está sendo realizado. E este erro muitas vezes pode abrir discussões para novos processos ou não fornecer dados que realmente são importantes para que o advogado ou assistente técnico possa fazer uma boa defesa técnica.

A Análise Ergonômica para Verificação de Nexo causal realizada pela Ativ Laboral é uma ferramenta muito importante para que possa ser compreendido o trabalho que o funcionário realizava na empresa e relacionar o mesmo com as doenças que estão sendo alvo da reclamação trabalhista de forma especifica, caso a caso, fornecendo dados precisos para o departamento jurídico da empresa e maior robustez na defesa técnica.




Acompanhamento Técnico nas Pericias Ergonômicas em processos trabalhistas


Ao sofrer um processo trabalhista por doenças que podem estar relacionadas ao trabalho, as empresas em várias ocasiões irão receber visitas dos peritos para verificação do ambiente de trabalho e principalmente as questões relacionadas a ergonomia. Se não estiver preparada adequadamente neste momento, a empresa pode perder a chance de ter a defesa adequada e fica à mercê das conclusões dos peritos do juiz.

A primeira ação que a empresa deve fazer em caso de processo trabalhista que englobe as questões ergonômicas é realizar uma Análise Ergonômica para verificação de Nexo Causal. Essa Análise será direcionada para saber se a reclamação do funcionário pode ser verdadeira ou não.

A segunda ação é contratar um profissional especializado em Ergonomia para realizar o acompanhamento da Perícia no local de trabalho. Transmitir as informações verdadeiras e corretas ao perito, principalmente nos casos onde não há relação de nexo, é importante para que não exista um desvio de interpretação e muitas vezes a perda do processo por informações inadequadas. A Ativ Laboral conta com profissionais experientes e que vão ajudar a empresa a não perder processos trabalhistas por interpretações equivocadas em relação a nexo causal.




NTEP (Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário)


Segundo tabela do Governo, alguns CIDs (Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde) estão diretamente relacionados com o CNAE (Código Nacional de Atividade Econômica) da empresa de acordo com sua natureza. Por exemplo: é comum que sejam registrados casos de Síndrome do Túnel do Carpo em empresas de montagem ou fabricação de eletroeletrônicos.

Quando o funcionário é afastado por mais de 15 dias com este CID, o INSS gera o benefício B91, o que pode acarretar muitos problemas para empresa como processo trabalhista e até aumento do FAP, gerando custos altíssimos. Mas nem sempre a doença que o funcionário desenvolveu foi motivada pelo trabalho que ele exerce na empresa. Neste caso, cabe à empresa fazer sua defesa e gerar a prova para contestar a decisão do INSS, revertendo o benefício para B61, assim sendo justo e não acarretando problemas futuros.

Para fazer sua contestação a empresa pode utilizar a Análise Ergonômica do Trabalho como prova de que as condições do trabalho são compatíveis com as condições psicofísicas do funcionário, comprovando que a doença não foi desenvolvida ou agravada no exercício de suas atividades na empresa.





Entre em contato e saiba como podemos ajudar sua empresa a transformar a qualidade de vida no trabalho e elevar a produtividade do seu time.

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook Ativ Laboral
  • LinkedIn Ativ Laboral

Análise e gestão ergonômica para empresas

 

A Ativ Laboral é especialista em análise, gestão e assistência ergonômica para empresas, oferecendo soluções que criam e fortalecem uma estrutura focada em qualidade de vida no trabalho e melhoria da produtividade das equipes.